Ensaios

O Calendário Thelêmico

por Jonatas Lacerda em Artigos

O Calendário Thelêmico
Metodologia

O Calendário Thelêmico

por Jonatas Lacerda

Faze o que tu queres deverá ser o todo da Lei.

O Calendário Thelêmico se inicia quando do Grande Equinócio dos Deuses, que ocorreu em 20 de março de 1904 da era vulgar, seguido do principal evento da vida de Aleister Crowley, onde um ser não humano, que chamou a si mesmo de Aiwass ditou, em três dias consecutivos (08, 09 e 10 de abril), aquele que seria conhecido como O Livro da Lei, no Cairo, Egito.

Como esses eventos marcaram a entrada do Æon de Hórus, a Criança Coroada e Conquistadora, entendeu-se que o Calendário Gregoriano deveria ser de alguma forma aposentado e um novo Calendário foi criado, esse calendário é dividido em ciclos de 22 anos, desde 1904 e.v., e utiliza a posição do Sol e da Lua nos Signos Zodiacais com base na posição da Terra, tornando-se assim um método mais preciso de data, desconsiderando os arredondamentos originais do Calendário Gregoriano (a data Thelêmica em formato completo).

Equinócio

Equinócio

O Ano Thelêmico se inicia com a entrada do Sol em Aries, usualmente em 20 de março (se prevê que a partir de 2044 e.v. existam anos que o Equinócio acontecerá no dia 19)[1]. No hemisfério norte é o Equinócio Vernal (primavera) e no hemisfério sul, o Equinócio de Outono. Como mencionado anteriormente, o ano do novo calendário é dividido em ciclos, cada um tendo 22 anos. O ciclo e os anos iniciam em zero (0) e existem duas formas de apresentá-los: IVxx ou IV:20, sendo a primeira é a mais usual e antiga. Esses dois pares de números, normalmente em algarismos romanos, se iniciam em zero (ignorando o fato de algarismos romanos não possuírem esse algarismo[2]) e essa metodologia guarda em si uma profunda relação com o Tarot de Thoth, onde é criada uma relação entre ciclo e ano, no caso demonstrado (IVxx) verificamos que esse é o ciclo do Imperador (IVThe Emperor) e o ano do Æon (XXThe Æon), essa relação pode gerar profundas análises sobre o momento atual da humanidade, mas hoje não há um trabalho específico para tornar públicas essas e por isso, cada um que queira, pode analisar por si essas relações.

Uma consideração importante é que quando chegarmos ao ciclo XXI será iniciada mais uma fase de ciclos onde teríamos algo como I:0:0 (já que agora estamos no 0 desse novo ciclo) e todo o modelo passaria a se repetir sucessivamente, mas não vamos adentrar nessa peculiaridade pois está bem longe e marcaria os primeiros 484 anos da Era Thelêmica, bem próximo dos 500 anos iniciais que marcam o estabelecimento completo do Æon de Hórus.

Para calcular em que ano exatamente estamos (representação decimal), basta multiplicar a primeira parte (IV – 4) por 22 e somar a ela a segunda parte (XX – 20), no exemplo atual têm 108 anos (é possível chegar ao mesmo número subtraindo o ano inicial, 1904 do ano atual, 2012) desde o Grande Equinócio dos Deuses. Para montar a primeira parte da data Thelêmica ainda temos o “An” que representa a palavra latina Anno (Ano), portanto, a representação da primeira parte de nossa data de exemplo seria: An IVxx.

IVxx - O Imperador e O Æon

A segunda parte, que determina os graus da posição do Sol e da Lua nas Casas Zodiacais é um tanto quanto mais complicada. Para chegar a um resultado basta utilizar a mesma fórmula da criação de um Mapa Natal na Astrologia. O cálculo é um pouco complexo para apresentá-lo aqui, mas é possível que eu aborde o assunto em outro artigo. Apenas como referência, os dados necessários para calcular o Mapa são: dia, mês, ano, hora e minuto, latitude e longitude do local (cidade), efemérides do sistema solar, uma tábua de casas (do hemisfério sul ou norte, dependendo do local) e uma tabela indicativa de datas de início e término do horário de verão. Como é possível perceber, o trabalho não é pequeno, mas não impossível e o lucro ao utilizar este método é o nível de precisão atingido, que pode inclusive revelar a data e a hora quando consultando a forma reversa. Para facilitar, disponibilizarei, ao final do artigo, uma lista de programas e sites que facilitam o trabalho, já entregando o cálculo pronto.

A notação desta segunda parte pode ser realizada utilizando os símbolos planetários e zodiacais ou seus nomes latinos equivalentes, conforme detalhes e exemplos abaixo:

  • ☉ - Sol
  • ☽ - Luna
  • ♈ - Aries
  • ♉ - Taurus 
  • ♊ - Gemini 
  • ♋ - Cancer 
  • ♌ - Leo
  • ♍ - Virgo
  • ♎ - Libra
  • ♏ - Scorpio
  • ♐ - Saggitarius
  • ♑ - Capricorn
  • ♒ - Aquarius
  • ♓ - Pisces

Exemplos:

  • Sol in Aries, Luna in Aries;
  • ☉ in ♈, ☽ in ♈;
  • Sol in 0º Aries, Luna in 0º Aries;
  • in 0º ♈, ☽ in 0º ♈;
  • Sol in 0º 0′ 0” Aries, Luna in 0º 0′ 0” Aries[3];
  • in 0º 0′ 0” ♈, ☽ in 0º 0′ 0” ♈;

Os exemplos acima demonstram as diversas formas de se representar a segunda parte da data, dependendo formato e grau de precisão desejados.

A terceira parte é opcional[4] e se trata do dia da semana que também pode ser representado pelo símbolo ou nome latino do planeta relacionado ao dia da semana, conforme detalhes e exemplos abaixo:

  • ☉ - Solis (Domingo)
  • ☽ - Lunæ (Segunda-feira)
  • - Martis (Terça-feira)
  • - Mercurii (Quarta-feira)
  • ♃ - Jovis (Quinta-feira)
  • ♀ - Veneris (Sexta-feira)
  • ♄ - Saturnii (Sábado)

Exemplos:

  • Dies Solis;
  • Dies ☉;

De modo geral, uma representação das três partes da data Thelêmica expostas acima poderia ser: An IVxx – Sol in Aries, Luna in Pisces,  dies Martis ou, An IVxx ☉ in ♈, ☽ in ♓, dies ♂ ou, An IVxx - Sol in 0º AriesLuna in 2º Pisces,  dies Martis e assim por diante.

Em muitos casos também encontramos uma quarta parte da data Thelêmica, nela o termo æræ novæ ou a.n. é sufixado no formato completo da data, simbolizando que ela considera a Novo Æon de Hórus. O uso é também opcional e não carrega outros símbolos além deste.

Ainda é necessário dizer que ao usar datas do calendário civil é importante adicionar “e.v.” logo após os anos a partir de 1904 e.v.. Esta é a abreviação para “era vulgaris“, termo latino para era comum (ou ainda, Cristã) e indica que a usamos meramente para simplificar a leitura (exemplos: 12 de março de 2001 e.v., 10/10/2009 e.v. 1905 e.v.). Os anos anteriores a 1904 e.v. não devem ser grafados com a abreviação  “e.v.” como sufixo. É importante também mencionar que não é obrigatório o uso desta notação e em alguns casos é bem interessante omiti-la, de forma a não criar fóruns desnecessários em determinados casos, no entanto: Não há lei além de faze o que tu queres.

Calendar 93

Calendar 93

Por fim, é possível facilitar o trabalho utilizando softwares como o Calendar 93 e ferramentas online como o Webtools (da equipe do Calendar 93)e o Thelemic Time Server do Portal LAShTAL (é obrigatório ter login e senha). Entretanto, é também importante tentar manter os formatos utilizados originalmente, de forma a manter o elo e por isso, uma pequena edição no resultado final será necessária.

 

 

The Thelemic Time Server - 1

The Thelemic Time Server – 1

The Thelemic Time Server - 2

The Thelemic Time Server – 2

Amor é a lei, amor sob vontade.

Notas de Rodapé    (↵ voltar)
  1. Alguns Thelemitas optam por padronizar a comemoração do Equinócio no dia 21 de março, não considerando a data oficial, essa prática não é interessante, haja visto que o novo sistema foi criado para dar mais consistência à data e remover os arredondamentos Gregorianos. ↵ voltar
  2. O algarismo zero foi descoberto pelo povo Hindu e foi divulgado por toda Europa (juntamente com um novo sistema de numeração semelhante ao utilizado atualmente) pelos árabes, passando a ser conhecido como sistema de numeração indu-arábico. Esses números foram de suma importância para a modernização dos cálculos matemáticos, já que era grande a sua praticidade simbólica e representação de quantidades. Os romanos, por sua vez, não estavam interessados na realização de cálculos quando criaram o sistema de numeração romano, por isso se utilizaram de letras, que tem a ausência do algarismo zero. ↵ voltar
  3. Este é o formato mais preciso (Sol in 0º 0′ 0” Aries, Luna in 0º 0′ 0” Aries) e seu uso torna mais simples concluir os detalhes de data e hora. A Lua se move através de um signo zodiacal em aproximadamente 2,3 dias portanto, um aparente detalhe, pode ocultar grande parte da equação para se chegar ao ponto exato que se quer. ↵ voltar
  4. Mesmo sendo opcional, é muito importante, pois evita dúvidas posteriores. ↵ voltar




O Calendário Thelêmico

Revisão: Jonatas Lacerda
Edição: Jonatas Lacerda
Versão: 1.0 – 03/11/2012 e.v.

avatar

Jonatas Lacerda

Jonatas Lacerda é Thelemita e programador de sistemas para Internet, com ênfase no setor bancário. Fundou o Blog Thelemitas e o Espaço Novo Æon (do qual é o seu o atual editor). Há mais de 13 anos estuda e procura aplicar os princípios da Lei de Thelema em sua vida. Após um encontro com o irmão Euclydes Lacerda de Almeida, focou seu trabalho pessoal na difusão da Lei de Luz, Vida, Amor e de Liberdade: Thelema. A base desse trabalho é o estudo dos princípios filosóficos e da aplicabilidade da Lei de Thelema no contexto individual e na vida em sociedade.

show
 
close
rss Follow on Twitter facebook youtube email